No dia 2 de abril, os alunos do 11º A, B e C realizaram uma saída de campo ao Parque Natural das Serras D`Aire e Candeeiros – Fórnea e Praia do Jurássico, integrada no desenvolvimento do Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular e no âmbito das disciplinas de Biologia e Geologia, Física e Química A e Educação Física.

Com a ajuda de um guião e das explicações que foram sendo dadas pelos professores, proporcionou-se aos alunos uma estratégia didática atraente por forma a motivá-los, para que pudessem desenvolver aprendizagens significativas, compreender a evolução geológica da região que os rodeia e contactar com património geológico/paleontológico, que pela sua beleza, dimensão e raridade, é muito importante preservar. A recetividade e participação foi ativa e entusiástica.

O percurso pedestre em direção à Fórnea permitiu contemplar a bela paisagem e a biodiversidade características de um ambiente cársico. Chegados ao anfiteatro natural, os alunos observaram in loco as consequências da meteorização e erosão, que escavaram nos calcários margosos formas de relevo tão imponentes e dotadas de uma beleza ímpar.

Seguindo em direção à Praia do Jurássico, os alunos puderam observar os chouços, dolinas e lapiás. Na jazida, observaram a biodiversidade paleontológica do maciço calcário, com fósseis e icnofósseis de seres que habitavam aquele antigo fundo marinho e as próprias ondas do mar fossilizadas – Ripple marks, o que lhes permitiu deduzir que no jurássico médio aquele lugar se encontrava inundado por um mar pouco profundo de águas tépidas e límpidas, e com um clima completamente diferente do atual em que a precipitação de carbonato de cálcio com a consequente formação de calcário permitiu a preservação dos fósseis que hoje ali se encontram.

 

 

 

Notícias